Florianópolis Web > Florianópolis > Distritos > Lagoa da Conceição

Lagoa da Conceição | Florianópolis / SC

    


Lagoa da Conceição

O distrito da Lagoa da Conceição tem uma área total de 55,28 km quadrados. Já a Lagoa em si tem uma área de 19,71 km quadrados.


Ao redor da Lagoa existem diversas localidades. O centro (também chamado "centrinho" para diferenciá-lo do centro da cidade de Florianópolis) é chamado "Freguesia". Além da freguesia há o Canto da Lagoa (na Lagoa de Dentro), a Barra da Lagoa (onde termina o canal que deságua no mar), o Retiro da Lagoa (ao sudeste da Lagoa de Fora, ao fim da Avenida das Rendeiras), a Costa da Lagoa (a margem oeste da Lagoa de Fora) e a Fortaleza (onde começa o canal que deságua no mar).


A população do entorno é de cerca de 14.000 habitantes. A localidade tem vida noturna intensa, há muitos bares e restaurantes, principalmente os especializados em frutos do mar. No verão são constantes os congestionamentos na Avenida das Rendeiras (que dá acesso à praia da Joaquina, à praia Mole e à da Barra da Lagoa) e na rua Osni Ortigas.


O turismo é o ponto forte do distrito e a maior parte das atividades gira em torno da gastronomia. Há também o comércio de artesanato, principalmente as tradicionais rendas de bilro, comércio este que se concentra na avenida das Rendeiras. Além do comércio e do turismo, a Lagoa atualmente cada vez mais se torna um polo cosmopolita de negócios e de assistência à saúde, incluindo clínicas especializadas e profissionais qualificados de várias áreas da saúde, tais como: médico, dentista, psicólogo.


Na praia da Joaquina, nacionalmente famosa, são realizadas competições dos campeonatos de surfe, válidos para o campeonato mundial.


A Lagoa


A Lagoa da Conceição divide-se em duas partes: a Lagoa de Dentro, ao sudoeste, e a Lagoa de Fora, ao nordeste. Estas duas partes são separadas por um estreito no qual foi construída uma ponte que liga as margens do leste a do oeste.


No extremo norte da Lagoa da Conceição deságua o rio das Capivaras. Nas margens noroeste, onde predominam os morros, na Costa da Lagoa, há inúmeras pequenas praias intercaladas por pequenos costões. Existem pequenas proeminências de areia. Muitos córregos descem dos morros e deságuam na Lagoa. Mais ao sul, no Canto dos Araçás, há uma ponta de areia chamada Ponta das Almas onde há um Sambaqui. Ainda mais ao sul a planicie entre a lagoa e os morros se alarga. É onde está situado o estreito onde foi construída a ponte que separa as lagoas de fora e de dentro. Nesta última a planicie arenosa atinge suas maiores proporções. Depois, em sentido sul principia a diminuir, até encontrar novamente os morros. Após o Morro do Badejo, no extremo sul, volta a encontrar as planícies arenosas, desta vez a planície de entre-mares, que separa o centro-norte da Ilha de Santa Catarina do sul. Ao leste ocorrem as dunas, das quais é separada por uma estrada asfaltada, até chegar novamente à ponte. Deste ponto em diante a margem forma um ângulo reto, em sentido leste com as dunas ao sul, até encontrar as montanhas que a separam em parte do Oceano Atlântico. Estas montanhas são divididas em dois maciços, entre os quais há uma depressão que a ligava ao mar em tempos antigos. Após o segundo maciço corre o canal que atualmente a liga ao mar através da Barra da Lagoa. Graças a esta ligação com o mar, a "lagoa" é, na verdade, uma laguna. Após o canal a restinga a separa do mar até o extremo norte.